Cheat meal day, sim ou não???

Dia da asneira

No decorrer da consulta muitos pacientes pedem para ter o dia da asneira, ou seja, o cheat meal day. Nós por cá, até compreendemos que, por vezes, os pacientes tenham a necessidade de se confortarem com “porcarias”. Mas não conseguimos conceber que seja válido e positivo num regime alimentar estruturado.

Na realidade, fazemos referência às contra-indicação na existência desse tipo de dia. Tais:

  • como o aumento de ansiedade face à chegada do dia;
  • desejos obscuros alimentares desse dia;
  • o exagero no tipo e quantidade de alimentos consumidos;
  • e a inevitável consciência pesada no final da refeição.

Confessamos que nos faz confusão esta necessidade… até porque quando assumimos um compromisso convêm sermos o mais corretos e honestos com esse propósito.

Cheat day meal, sim ou não?

Na realidade, num programa de perda de peso, em que o objectivo é diminuir o peso, ter estes dias de porcaria não ajudam no processo. Aceitamos que até possam facilitar a motivação do paciente para cumprir o plano. Mas de facto criam expectativas desmesuradas e aumentam a ansiedade alimentar. Por vezes, os pacientes chegam à consulta e admitem que desejam que a semana passe rápido para se vingarem no fim de semana. Aproveitam para comerem o que estiveram a semana toda a magicar… Enfim, o cheat day meal torna, em muitos casos, o processo mais demorado, menos eficiente e mais frustrante.

Convenhamos… em alguns casos o paciente não assume o plano alimentar como um processo de alimentação saudável para todo o sempre, existe quase um determinado “timing” para a dieta. Fica com a ideia “errada” que fará a dieta até ter o peso que gostaria e depois pode retomar velhos hábitos. A permissão deste tipo de dias na dieta permite esse pensamento, até porque a “comida porcaria” é a compensação do “sacrifício” que uma alimentação saudável provoca. Por isso, com muita pena da nossa parte, connosco, quase sempre, não há dia da asneira. Até porque sabemos (por experiência) que o dia da asneira pode facilmente tornar-se no fim de semana da asneira… e depois na semana da asneira até o regime alimentar instituído acabar abandonado e esquecido numa qualquer gaveta lá de casa.

Be smart… be healthy.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.